Cirurgia Videolaparoscópica

Uma das inovações tecnológicas da área médica que, sem dúvidas, trouxe grandes benefícios aos pacientes foi a cirurgia videolaparoscópica. Através dessa técnica, o médico cirurgião faz pequenos orifícios na parede abdominal do paciente – que estará sob anestesia geral – e consegue introduzir trocateres, que são cânulas e pinças finas e longas, acompanhados por uma pequena câmera.

Após isso, o cirurgião consegue chegar ao local específico e realizar a cirurgia. Um dos maiores benefícios da cirurgia videolaparoscópica é o fato de ser um procedimento minimamente invasivo, gerando menos trauma cirúrgico. Hoje em dia, diversas cirurgias podem ser feitas por videolaparoscopia, como correção de hérnias abdominais, apendicites, retirada de vesícula, doença do refluxo gastroesofágico, bariátrica, cirurgias de tumores abdominais, cirurgias intestinais e diversas outras, como a ligadura das trompas uterinas, cistos de ovário, endometriose e retirada de útero, em mulheres. 

O médico cirurgião Dr. Guilherme Nahoum explica que a importância desse tipo de cirurgia está nos diversos benefícios trazidos ao paciente. Por ocorrer no local específico, ela traz menos risco de contaminação, por exemplo, já que a exposição ao ambiente externo é muito menor, o que leva a menos infecções de feridas, hérnias, e também, a uma recuperação muito mais rápida, pois tem-se menos área para cicatrização, já que as incisões são muito menores.

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
× Agendar Consulta!